domingo, 27 de dezembro de 2009

PMERJ - Polícia faz operação para localizar assassinos de agente do Bope

Soldado trocou tiros com bandidos em Barros Filho, bairro do Rio de Janeiro.

Policiais Civis da Delegacia da Pavuna fazem operação neste domingo nas favelas de Barros Filho e Honório Gurgel, na zona Norte do Rio de Janeiro, para tentar localizar os bandidos que mataram a tiros o soldado do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Wilton Marinho da Silva, na noite de sábado. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, o soldado passava de carro com um amigo pela estrada João Paulo, em Barros Filho, quando foi cercado por um outro veículo.

Houve troca de tiros com os bandidos que, segundo a PM, o teriam reconhecido como policial. O soldado Wilton foi atingido por várias balas e levado, ainda com vida, para um contêiner da PM na Fazenda Botafogo, de onde foi encaminhado para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde morreu. O corpo de Wilton será enterrado às 16h30 de hoje no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

A assessoria de imprensa da PM não divulgou o nome do amigo que estava com o soldado do Bope no momento em que eles foram abordados por bandidos.

O blog Visões de um PM deixa aqui sua singela homenagem à mais um ser humano que perdeu sua vida pelo fato de ser policial.

3 comentários:

Mauricio disse...

que que o pessoal do BOPE ta esperando pra çaçar os culpados e fechar a cara deles de tiro.

Anônimo disse...

■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■
MEU SENTIMENTOS AOS FAMILIARES DO POLICIAL.QUE SEU TRABALHO E ESFORÇO NÃO SEJAM EM VÃO!■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■■

Anônimo disse...

Irá completar 2 anos da morte do Policial Wilton, que sempre foi um exemplo desde a época em que era da Marinha, incentivando os jovens a estudarem para garantirem um futuro melhor. Sempre com pensamentos positivos aos mais chegados e familiares. O que me deixa indignado e que até agora os verdadeiros assassinos ainda continuam livres.
Até quando?