sábado, 16 de janeiro de 2010

Estatuto prevê medidas para proteger homens de violência doméstica

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5685/09, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), que cria o Estatuto de Saúde e Segurança Doméstica e Familiar do Homem. O objetivo é incentivar a proteção da saúde da população masculina entre 18 e 60 anos e proteger esse grupo social da violência doméstica e social.

A proposta atribui ao Poder Público a responsabilidade de desenvolver ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação voltadas à garantia e ao exercício do direito do homem à saúde integral com dignidade.

Deverão ser realizadas periodicamente campanhas voltadas à prevenção de doenças mais comuns na população masculina. O projeto prevê que as campanhas deverão contribuir para desfazer o mito da invulnerabilidade masculina, amplamente difundido e responsável pela pequena frequência de homens a serviços de saúde.

Atendimento prioritário
A assistência à saúde do homem pelo SUS deverá incluir, sem prejuízo de outras disposições, o atendimento prioritário na rede pública de saúde, que inclua, entre outros, realização regular do exame de próstata, no caso de homens com 45 anos ou mais.

Também deverá constar tratamento da impotência, com o devido acompanhamento psicológico, e fornecimento gratuito dos medicamentos para tratamento, realização de intervenções cirúrgicas ou outros procedimentos que se revelem necessários; e tratamento de ejaculação precoce.

Vergonha e medo
De acordo com o autor, o comodismo, a vergonha e até o medo de descobrir alguma doença faz com que os homens não frequentem os ambulatórios de atendimentos como as mulheres.

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2007, as mulheres se submeteram a cerca de 17 milhões de consultas preventivas, enquanto 2,7 milhões de homens procuraram os médicos para exames regulares.

"Esta proposição pretende pelo menos começar a corrigir essa falha, por meio de ações que contribuam para que os homens mantenham em dia seus exames. O parlamentar observa que a cultura dos homens brasileiros de procurar o médico somente quando estão doentes faz com que cerca de 40% das mortes sejam ocasionadas por doenças cardiovasculares.

Tipos de violência
A proposta também pune a violência doméstica, seja ela física, moral, psicológica ou patrimonial relacionadas com especificidades ou vulnerabilidades próprias do gênero masculino no âmbito da unidade doméstica, da família, em qualquer relação íntima de afeto, na qual a pessoa agressora conviva ou tenha convivido com o ofendido, independentemente de coabitação.

São consideradas como violência, além da violência física, o impedimento de contato com os filhos; condutas que causem dano emocional e diminuição da autoestima; condutas que atentem contra sua honra ou que configurem retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos.

A violência doméstica e familiar contra o homem terá pena de detenção de três meses a três anos. A pena será aumentada em 1/3 se o crime for cometido contra homem portador de deficiência.

É vedada a aplicação, nos casos de violência doméstica e familiar contra o homem, de penas substitutivas, como a de pagamento de cesta básica ou outras de prestação pecuniária, bem como a substituição de pena que implique o pagamento isolado de multa.

Vitimas de agressão
De acordo com o parlamentar, estudos revelam que é grande a proporção dos homens que já foram vítimas de agressão de suas parceiras, pelo menos em algum momento da relação.

Ele afirma que não é desprezível o percentual dos que sofreram ou sofrem, calados, ao longo de vários anos, violência psicológica, moral, patrimonial e corporal.

"O gênero masculino tem sido negligenciado, no que diz respeito a iniciativas públicas visando resguardar seus direitos, proteger sua saúde e defender os interesses que lhe são típicos e peculiares", concluiu.
Fonte: Agência Câmara

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analsiada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, que também lhe analisará o mérito.

PEC prevê equiparação salarial entre militares das Forças Armadas e policiais do DF

A Câmara dos Deputados está analisando uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC 352/09) que, se aprovada, vai trazer vantagens aos integrantes das Forças Armadas.

Pelo texto, os militares das Forças Armadas - Exército, Marinha e Aeronáutica - devem receber remuneração igual ou superior aos ocupantes de cargos equivalentes nas forças de segurança auxiliares, integradas pelas polícias e bombeiros militares estaduais.

Essa equivalência não se aplica, no entanto, aos soldados e cabos. O autor da proposta, deputado Jair Bolsonaro do PP carioca, é integrante do Exército e acredita que a proposta valoriza a carreira militar nas Forças Armadas.

Ele lembra que a Polícia Militar do Distrito Federal, por exemplo, tem salários muito mais altos que os das Forças Armadas.
Fonte: Rádio Câmara

"Hoje a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal se miram na Polícia Civil, que tem isonomia com a Polícia Federal. E nós somos mais modestos um pouco, miramos na Polícia militar e no Corpo de Bombeiros Militar do DF. É inadmissível você ver que um terceiro-sargento da Polícia Militar de Brasília ganhar mais que um tenente aviador da Aeronáutica. Ou que um capitão do Corpo de Bombeiros de Brasília ganhe mais que um coronel do Exército. Ou que um coronel da PM de Brasília ganhe muito mais que um tenente-brigadeiro do ar da Aeronáutica que tem quase 50 anos de serviço."

A proposta, em análise na Comissão de Constituição e Justiça, recebeu um parecer favorável do relator.

Se a matéria for aprovada na CCJ, será criada uma Comissão Especial para analisar o tema.

Proposta tipifica crime de atentado contra repartição pública

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6041/09, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que tipifica como crime o atentado contra repartição pública, com pena estipulada de quatro a seis anos de reclusão. O texto estabelece que, se resultar morte do atentado, o crime será considerado como hediondo e a pena aumentada para doze a trinta anos de reclusão.

Segundo o autor, a "escalada da violência" contra prédios e servidores da administração pública, como tribunais de Justiça, delegacias de polícia e sedes do Ministério Público, justifica o projeto.

"Não raramente, cadeias e presídios são metralhadas e sofrem atentados com explosivos; facínoras na guerra do tráfico escapam de prisões consideradas de segurança máxima e atentam contra a sociedade, e de quase todos esses atos resultam homicídios de pessoas inocentes, muitas das quais crianças, apesar da proteção constitucional que o Estado tem o dever de garantir", diz Carlos Bezerra.

Refém
Para o deputado, o País "tornou-se refém dos criminosos e o cidadão esconde-se, amedrontado, ameaçado, diminuído pela ação que contra ele cresce e domina, a cada dia, porção maior do território, a ponto de fazê-lo retirar os seus filhos das escolas ou, triste alternativa, lamentar os resultados das balas perdidas”. Segundo ele, essa situação “é o roubo da cidadania".

O projeto, prevê o deputado, vai punir adequadamente os atentados contra as repartições públicas, principalmente os tribunais, as sedes de promotorias de Justiça, delegacias de polícia, presídios, penitenciárias, casas de detenção e outras instituições por onde tramitam processos judiciais ou onde estejam os réus desses processos.

Tramitação
Antes de ir ao Plenário, o projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
Fonte: Agência Câmara

PMD- PEC concede vantagens a PMs e bombeiros do antigo Distrito FederalF

A Câmara analisa a Proposta de Emenda à Constituição 410/09, do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que concede aos policiais e bombeiros militares do antigo Distrito Federal, que estavam em exercício na data da inauguração de Brasília (21 de abril de 1960), os mesmos direitos e vantagens dos atuais integrantes dessas carreiras no DF. Os benefícios também valem para os pensionistas desses militares.

De acordo com Bolsonaro, a alteração constitucional tem por objetivo "corrigir injustiça sem precedentes contra os integrantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do antigo Distrito Federal", quando a capital federal era o Rio de Janeiro.

Mudança de sede
Para o deputado, o que ocorreu foi uma simples mudança da sede do governo da cidade do Rio de Janeiro para Brasília. Ele considera que, se por qualquer motivo, não havia interesse ou possibilidade de utilização de todo o efetivo no território atual, "não é justo prejudicar os integrantes da corporação".

Bolsonaro lembra que, atualmente, a folha de pagamento dos remanescentes da polícia e dos bombeiros militares da antiga capital do País e de seus pensionistas é administrada pelo Ministério da Fazenda.

Em sua opinião, o órgão "não dispõe de pessoal especializado para aplicar corretamente o emaranhado de legislação que rege os vencimentos desse segmento de servidores públicos".

Tramitação
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania vai analisar a admissibilidade da PEC. Caso seja aprovada, a proposta será analisada por uma comissão especial, antes de ser votada em dois turnos pelo Plenário.
Fonte: Agência Câmara

Minas Gerais - Guarda Municipal terá arma de fogo em BH

Além de voltar a multar em BH em 1º de fevereiro, homens da Guarda Municipal poderão andar armados. Revólveres já foram comprados e autorização depende do aval da Polícia Federal.


A partir de 1º de fevereiro, a Guarda Municipal volta a fiscalizar o tráfego de Belo Horizonte. Os 120 agentes de trânsito serão recolhidos das funções que exercem atualmente na próxima semana e passarão por curso de reciclagem entre 25 e 29 de janeiro, antes de terem de volta caneta, bloquinho e apito. Eles autuaram motoristas infratores por apenas cinco dias, em outubro, até serem proibidos pela Justiça. Nos próximos meses, os guardas devem ser autorizados também a andar com armas de fogo. Resta apenas que a Polícia Federal aprove documentação encaminhada pela Secretaria Municipal de Segurança Patrimonial e Urbana.

TJMG decide que Guarda Municipal pode multar Os guardas municipais vão atuar, provavelmente, em conjunto com os policiais do Batalhão de Trânsito e os agentes da BHTrans – esses últimos, proibidos de multar por decisão do Superior Tribunal de Justiça. O anúncio foi feito ontem em reunião entre o prefeito Marcio Lacerda (PSB), o secretário municipal de Segurança Urbana e Patrimonial, coronel Genedempsey Bicalho, o diretor-presidente da BHTrans, Ramon Victor César, e o procurador-geral do município, Marco Antônio de Rezende Teixeira, depois de a Corte Superior do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) ter entendido na quarta-feira que os guardas podem fiscalizar o trânsito da cidade. “Eles devem atuar principalmente no Centro, mas também nas regionais Venda Nova e Barreiro”, explica Genedempsey.

Depois do empate de 12 a 12 na votação dos desembargadores, o presidente do TJMG, desembargador Sérgio Rezende, deu voto de minerva favorável ao retorno da Guarda às ruas. Apesar de o acórdão da reunião ainda não ter sido publicado, o entendimento do procurador-geral do município é que não é preciso esperar. Com isso, os agentes devem passar por curso de reciclagem por terem desempenhado outras funções por quase quatro meses. Nos cinco dias de treinamento, eles terão aulas teóricas e práticas com professores da BHTrans e da Polícia Militar. “Também devem ser definidas as atividades e o posicionamento dos agentes”, explica o secretário de Segurança Urbana e Patrimonial.

Reforço

Nos próximos meses, o efetivo do trânsito será reforçado. A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) espera o Tribunal de Contas do Estado analisar edital para contratação de 600 agentes antes de republicá-lo. No ano que vem, está prevista a chamada para mais 600 homens. Atualmente, a Guarda atua com efetivo de 1,9 mil pessoas e a legislação prevê limite de 3 mil servidores. Quantos desses servirão no trânsito será definido posteriormente.

A intenção da PBH é que os três órgãos atuem no trânsito de BH. Mas a definição ainda deve demorar. O processo envolvendo a BHTrans deve sair somente em fevereiro e, depois, seguir para o Supremo Tribunal Federal (STF). Mesmo destino que deve ter o caso da Guarda, já que o Ministério Público Estadual pretende interpor recurso sobre a decisão do TJ desta semana. Desde a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de proibir a BHTrans de multar, os chumbinhos têm trabalho somente na operação, engenharia e controle de tráfego, explica o diretor-presidente da empresa, Ramon Victor César. “As funções são as mesmas, exceto a autuação. Mas a PBH vai tentar restabelecer o papel que é próprio da BHTrans”, afirma.

Sobre a possibilidade de os guardas municipais usarem armas de fogo, depende de a Polícia Federal aprovar os comprovantes encaminhados pela Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Patrimonial. Vários revólveres foram comprados, no mandato do prefeito Fernando Pimentel (PT). “São mais de 10 pré-requisitos que devem cumpridos”, explica o coronel Genedempsey. Depois da autorização, os guardas escolhidos para usar o armamento serão treinados devidamente. Segundo o secretário, não serão todos os que terão o direito de usar as armas. Parte da tropa vai usar armas não-letais.

Fonte: Portal UAI

Ladrão que não retornou do Indulto de Natal foi baleado na cabeça quando fugia da Guarda Municipal de Atibaia

O assaltante Renato Ferraz Rocha, de 21 anos, atirou contra guardas municipais que tentavam capturá-lo e, no revide, foi baleado na cabeça.

Ele e outros dois comparsas participaram de um furto em uma residência, mas o alarme disparou e o trio fugiu para a rodovia Fernão Dias. A GM foi acionada e localizou os ladrões. O crime aconteceu nesta sexta-feira (15) no bairro Chácaras Brasil, em Atibaia. Rocha, que é condenado por roubo e não retornou à cadeia de Hortolândia após ter recebido o benefício do Indulto de Natal, está em estado gravíssimo na Santa Casa de Atibaia e respira com a ajuda de aparelhos. O segundo assaltante, identificado como José Roberto de Campos foi autuado em flagrante por furto e o menor, que também participou do crime, encaminhado a uma unidade da Fundação Casa. A arma utilizada no crime, um revólver calibre 38 foi apreendido e as jóias furtadas, restituídas à vítima.

De acordo com os registros da polícia, Renato Rocha, José Campos e um adolescente, invadiram uma residência no Chácaras Brasil, arrombando uma das janelas nos fundos da casa. O alarme disparou e um vizinho foi verificar se havia alguém no local. A testemunha viu dois ladrões - posteriormente identificados como o adolescente e Campos - já do lado de fora da casa, ao lado da janela arrombada. Ao perceber a presença da testemunha, Campos apontou o revólver para a testemunha e gritou: ´sujou, sujou`, para que o comparsa Rocha, que ainda estava lá dentro, saísse do local.
Clique AQUI para ler a matéria completa
Fonte: Atibaianews

Rio de Janeiro - Cabral: premiação para policiais que cumprirem metas será semestral

RIO - O governador Sérgio Cabral encurtou o prazo para a premiação dos policiais civis e militares das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs): o prêmio _ que seria anual _ passou para semestral. A ideia é incentivar ainda mais os policiais a cumprirem as metas em menor espaço de tempo. A determinação sairá publicada em decreto (Nº 42.243) nesta segunda-feira, 18/01/2010, no Diário Oficial.

_ Como toda empresa tem metas a cumprir, o setor público também tem que ter as suas e a segurança pública se inclui nisso. Produtividade, competição e estímulo fazem parte de qualquer concepção de gestão. E gestão foi a grande novidade na área de Segurança Pública em nosso governo _ disse Cabral.

Após os primeiros seis meses de implantação do plano de metas contra a violência, o Governo do Rio de Janeiro conseguiu, por exemplo, registrar em 2009 uma queda de 14,4% no número de homicídios no estado em relação ao mesmo período (setembro, outubro e novembro) de 2008.

_ Ao incentivar o policial a bater as metas em menos tempo, os índices de criminalidade tenderão a cair mais e os resultados serão percebidos pela população, que é o foco das ações do governo _ acrescenta o secretário-chefe da Casa Civil, Regis Fichtner, coordenador do programa de metas no Estado.

As metas são estabelecidas de acordo com os seguintes tipos de crime: homicídio doloso, roubo de veículos e roubos de rua (transeuntes, coletivos e celular). São esses os que têm maior impacto na sensação de insegurança da população.

Alcançadas as metas, os policiais civis e militares serão contemplados com premiações únicas, semestrais e individuais. Os policiais que baterem as metas receberão R$ 500 (cada um). Os que integrarem a região com os melhores resultados terão o prêmio de R$ 1.500 (cada policial).

A premiação será concedida a todos os colaboradores das polícias Civil e Militar das RISPs que atingirem as metas, desde que tenham permanecido em exercício por mais de três meses durante o período de alcance da meta.

Cada RISP é liderada por um delegado, que é o diretor de departamento, e um coronel, que comanda a área. Eles trabalham em conjunto para responder às demandas estabelecidas pelo sistema de controle de metas determinadas pela Secretaria de Segurança. Foram criadas sete RISPs, divididas da seguinte forma: Capital (regiões Sul, Centro e Norte); Capital (Oeste); Baixada; Niterói e Região dos Lagos; Sul Fluminense; Norte Fluminense; e Região Serrana.
Fonte: Jornal do Brasil

São Paulo - Quadrilha faz arrastão em prédio onde mora desembargador do TJ-SP

SÃO PAULO - Armado com pelo menos cinco fuzis, um grupo de cerca de 15 criminosos permaneceu, entre as 17h30 e 20h30 da sexta-feira, 15, no Condomínio Saint James, localizado na Rua Domingos Augusto Setti, na Chácara Klabin, zona sul de São Paulo. Entre os moradores que tiveram os apartamentos invadidos está um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo.
Ocupando um Fox cinza, parte dos bandidos não teve dificuldade alguma em entrar no prédio, pois a abertura foi feita pelo próprio porteiro, dominado em seguida, já que o sistema de controle remoto acionado pelos moradores está desde a última segunda-feira, 11, inoperante, à espera da troca de uma peça, que ainda não foi encontrada pela equipe de manutenção do condomínio.

Entre oito e 12 apartamentos foram invadidos, entre eles o do desembargador. Não foi informado pela polícia se o magistrado estava no apartamento. Os criminosos, na medida em que dominavam os moradores, colocavam todos no salão de festas do prédio. Os valores em joias, dinheiro e outros objetos não foi apurado ainda pela polícia.

Parte do boletim de ocorrência foi registrada na delegacia da Aclimação (5ºDP), mas quatro das vítimas compareceram no plantão do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), que ficará com a incumbência de tentar solucionar o caso.
Fonte: Estadão

Polícia Civil de Jacareí compra 4.200 litros de óleo de empresa que só trabalha com álcool e gasolina

Mesmo sem dispor do combustível, o ‘Auto Posto 1000 Ltda’, de Jacareí, venceu a licitação para fornecimento de 4.200 litros de óleo diesel à Polícia Civil de Jacareí, investigada por suspeita de corrupção nos gastos com o abastecimento de viaturas.

Na avaliação de especialistas, a prática coloca a concorrência em xeque. A empresa venceu o pregão eletrônico realizado em 25 de novembro, no valor de R$ 455.664, para fornecer combustível à corporação.

Ela, que há quatro anos abastece as viaturas, foi a única participante do certame. Pelo contrato, o posto deve fornecer em 2010 um volume total de 215.400 litros de combustíveis — sendo 81.600 de álcool e 129.600 de gasolina, além dos 4.200 de óleo diesel.

Em dezembro, o valeparaibano esteve no posto, na avenida Nove de Julho, no centro de Jacareí, e constatou que a empresa não vendia diesel. A reportagem perguntou a um frentista qual o valor do litro do combustível e ele indicou outro posto, alegando que ali não havia diesel. As placas que indicavam os preços cobrados pelo Auto Posto 1000 também não faziam menção ao combustível.

Ao valeparaibano, Osvaldo Marques Filho, um dos proprietários do estabelecimento, admitiu que o posto não vende diesel atualmente.

De acordo com ele, o local está passando por reformas e por isso o fornecimento de diesel à Polícia Civil é feito pelo ‘Centro Automotivo Audii Ltda’, na avenida Santa Cruz dos Lázaros.

Os dois postos, segundo ele, pertencem ao mesmo grupo de pessoas, porém têm CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e nomes diferentes.

Na avaliação da advogada Odete Medauar, professora de Direito Administrativa da USP (Universidade de São Paulo), a prática é irregular e o pregão eletrônico deveria ser cancelado.

“Quem ganhou o pregão ganhou tendo um nome e um CNPJ e se a empresa que venceu não fornece o combustível, o processo está irregular, comprometido, é muito estranho, tem que ser anulado”, declarou.

Em Jacareí, a Polícia Civil tem um veículo a diesel, uma Land Rover usada para transporte de presos. Entre maio e julho, ela rodou exatamente a mesma quilometragem. O Auto Posto 1000 e a Polícia Civil negam irregularidades (leia textos nesta página).

PREÇO – De acordo com o contrato, o posto vendeu para o Estado combustível com um preço superior ao cobrado no varejo.

Na transação, o Estado gastou R$ 455.664 na aquisição de 129.600 litros de gasolina (R$ 2,45 por litro), 81.600 litros de álcool (R$ 1,59 cada litro) e mais 4.200 litros de diesel (R$ 2 cada litro).

À época, de acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo), o preço médio cobrado na cidade era menor: gasolina (R$ 2,40 o litro), álcool (R$ 1,52), diesel (R$ 1,95).

Ao visitar o posto, no dia 18 de dezembro, o valeparaibano verificou que o preço cobrado do consumidor comum era menor. Por litro, estavam sendo cobrados R$ 1,49 (álcool) e R$ 2,33 (gasolina).

“É estranho, é preciso explicar qual a razão dessa diferença. Por que para o consumidor é um preço e para o Poder Público é outro, mais caro? Como se explica isso? Levanta suspeita quanto à moralidade e legalidade”, declarou a professora.

O dono do posto afirmou que os preços subiram em 2010, quando tem início a validade do contrato. “Estou pensando em fazer um ‘processinho’ para aumentar, não posso levar prejuízo. O preço do álcool no pregão está menor do que praticamos hoje”, disse Marques Filho.
Clieque AQUI e leia a matéria completa.
Fonte: JORNAL FLIT PARALISANTE

Modelo e policial são achados mortos em casa

"Fui baleada e preciso de socorro". Foi essa a frase que Renato Garcia, 39 anos, ouviu da irmã ao atender o telefone, anteontem às 22h. Segundo a polícia, a modelo Melca Lúcia Gonçalves, 28 anos, havia acabado de ser atingida por três tiros disparados pelo marido, o policial civil Fernando Henrique Olmacht, 34 anos, que em seguida atirou contra a própria cabeça. Os dois morreram minutos depois.

O crime aconteceu no apartamento onde o casal morava, no bairro da Aclimação (zona sul de SP). A modelo já havia posado nua para a revista "Sexy" e havia se formado esteticista no meio do ano passado. "Estava feliz com a nova profissão", diz Garcia.

Tanto para o irmão de Melca quanto para a mãe do policial, a aposentada Anna Maria Olmacht, 65 anos, o crime ocorreu por ciúmes. "Exacerbado", afirma o irmão da moça. Colegas de Olmacht disseram também que, nos últimos meses, ele reclamava das discussões com a mulher.
Fonte: Agora

São Paulo - Polícia investiga fraude no Detran

A Corregedoria da Polícia Civil e o Ministério Público Estadual investigam o envolvimento de quatro delegados que trabalharam no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) na contratação, sem licitação, de ao menos 13 empresas responsáveis pelo sistema de registro de veículos e de formação de motoristas.

A suspeita é de que os delegados Antonio Carlos Bueno Torres, Gilson Cezar Pereira da Silveira, José Brandini Júnior e o hoje aposentado José Francisco Leigo tinham ligações com as empresas que colhem dados repassados por autoescolas e despachantes de todo o Estado para o Detran.

Para usar os sistemas, autoescolas e despachantes pagam taxas às empresas provedoras dos sistemas chamados Gever (para veículos) e Gefor (para condutores). A investigação não sabe até hoje quanto nem para onde foi o dinheiro arrecadado pelas empresas.

Os dois sistemas foram implantados entre 2001 e 2002, quando os quatro delegados estiveram à frente do Detran.

Gever e Gefor são ferramentas digitais obrigatórias para a transmissão de dados colhidos por autoescolas e despachantes do Estado para a base de registros de veículos e condutores do Detran, gerida pela Prodesp (órgão de processamento de dados do Estado). O sistema é considerado falho e com brechas para fraude. Ele está sendo substituído pelo governo.

Resposta
O delegado Antonio Carlos Bueno Torres negou que fosse investigado. Informado pela reportagem sobre o inquérito, interrompeu a conversa e disse: "vá cuidar da sua vida!"

O delegado José Brandini Júnior está em férias, segundo informaram colegas. Os outros dois delegados investigados foram localizados, mas não quiseram falar. A Prodesp não se manifestou.
Fonte: Agora

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Paraná - Secretaria contesta declaração do Sindicato dos Agentes Penitenciários

Nota em repúdio às declarações da presidência do Sindicato dos Agentes Penitenciários

A Secretaria da Segurança Pública repudia veementemente as declarações do presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná, Clayton Agostinho Auwerter, que afirmou, em entrevista, que a transferência de policiais militares, que faziam guarda na Penitenciária Central do Estado teria ocasionado a rebelião, que teve início na noite de quinta-feira (14).

A Secretaria reitera que essa informação não é verdadeira, já que os policiais que faziam a guarda da PCE foram transferidos para fazer o policiamento nas ruas, porque estavam subutilizados naquela unidade. O real motivo da rebelião, como já foi divulgado anteriormente, foi confronto entre presos de facções criminosas rivais. Qualquer outro motivo que seja divulgado como o fator que iniciou a rebelião é incorreto e inverídico.
Fonte: Agência de Notícias do Estado do Paraná

Rio de Janeiro - Vinte e cinco jovens são presos por suspeita de pertencerem a gangues

Todos os detidos foram levados para a Delegacia do Grajaú. Eles teriam marcado uma briga em uma praça do bairro. Um adolescente de 15 anos, que tinha saído de casa para ir ao mercado, foi agredido.

Fonte: Globo Vídeos

PMERJ - Dois PMs são mortos por criminosos em Madureira

O crime ocorreu em uma área movimentada de comércio. Os policiais não tiveram tempo de reagir. Os agentes investigam a participação de criminosos do Morro do Juramento no caso.




Fonte: G1

PMDF - PM é baleado dentro de ônibus

Foi no Setor de Indústrias Gráficas. O criminoso já está detido e o policial militar não corre risco de morte. De acordo com a polícia, quem atirou foi um preso que cumpre pena em regime semi-aberto.

Fonte: Globo Vídeos

Capitão do Bope é baleado em ação no Morro da Mineira

Traficante que teria atirado no policial morreu no confronto. Oficial levou quatro tiros e está internado no Hospital da PM.


Um capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi baleado em operação no Morro da Mineira, no Catumbi, no Centro do Rio, na manhã desta sexta-feira (15). De acordo com informações do relações-públicas da Polícia Militar, capitão Ivan Blaz, o traficante que acertou quatro tiros no oficial morreu no confronto.

O Bope faz incursão na Mineira e no Morro de São Carlos, no Estácio, na Zona Norte, para combater o tráfico de drogas, baseado em informações obtidas pelo Disque-Denúncia e pelo setor de inteligência da PM.

No confronto, o capitão Leandro Xavier Maia levou quatro tiros de fuzil, nos braços e nas pernas. Ele foi levado para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, na Zona Norte do Rio. Segundo a PM, o estado de saúde do policial é estável.

Com o traficante morto foi encontrado um fuzil AK-47. O suspeito foi identificado pela PM como sendo um dos mais antigos gerentes do tráfico do Morro da Mineira.

A operação nas favelas ainda está em andamento. Policiais realizam a incursão com apoio de veículos blindados.
Fonte: G1

PMPR - Polícia negocia fim da rebelião em penitenciária do PR

A polícia paranaense negociava na manhã de hoje com os presos rebelados da Penitenciária Central do Estado, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba, segundo informações da Agência Estadual de Notícias. Os detentos iniciaram a revolta ontem à noite, tomando agentes penitenciários como reféns. O governador Roberto Requião (PMDB) anunciou no Twitter - rede de microblogs que permite postagens de no máximo 140 caracteres - que três detentos estavam mortos.
Os presos teriam morrido em conflito entre os próprios detentos, mas ainda não há confirmação oficial do número. A Penitenciária Estadual de Piraquara é um presídio de segurança máxima com capacidade para 723 presos condenados. Com 169 celas, tem 12.800m² de área construída e um espaço para horta com 7.500m². O investimento foi de R$ 8,5 milhões, sendo 80% provenientes do Ministério da Justiça e 20% do governo paranaense.
Fonte: G1

Rio de Janeiro - Bope faz operação em busca de responsáveis por morte de policiais

Durante ação no subúrbio, dois suspeitos morreram após troca de tiros. Dois PMs foram mortos na manhã desta sexta-feira (15), em Madureira.

Dois suspeitos morreram durante operação que está sendo realizada pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Morro da Fé, na Penha, no subúrbio do Rio.

O objetivo da operação é tentar localizar os responsáveis pela morte de dois policiais militares, na manhã desta sexta-feira (15), em Madureira.

De acordo com a PM, foram apreendidas uma metralhadora e uma pistola.

Criminosos se preparavam para roubar um caminhão

Segundo as informações do 9º BPM (Rocha Miranda), os dois policiais militares estariam próximos a criminosos que se preparavam para roubar um caminhão com cigarros.

Ainda não há informações se os policiais teriam tentado impedir o roubo, ou se estavam passando na hora em que os criminosos iriam abordar o motorista do caminhão, e, por isso, foram baleados.

A polícia procura testemunhas do crime que passavam na hora dos tiros. O motorista do caminhão também é procurado para ajudar a esclarecer o caso. O batalhão informou que vai fazer operações na área para localizar os criminosos.

Os policiais baleados chegaram a ser encaminhados para os hospitais Carlos Chagas, em Marechal Hérmes, no subúrbio, e Getúlio Vargas, na Penha, no subúrbio, mas morreram antes de chegar.
Fonte: G1

Número de militares brasileiros mortos no Haiti pode chegar a 17, afirma Jobim

O número de militares brasileiros mortos no terremoto que arrasou o Haiti pode chegar a 17, segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim. O número ainda não foi confirmado pelas Forças Armadas. Jobim afirmou que pelo menos quatro militares do Brasil seguem desaparecidos após o terremoto.

Segundo o ministro, os corpos dos oficiais brasileiros devem deixar o Haiti até sábado. A demora na liberação está ligada aos processos de necropsia exigidos pela Organização das Nações Unidas, necessários para a liberação dos seguros às famílias dos militares mortos.

Jobim retornou ao Brasil na madrugada desta sexta-feira, na mesma aeronave da FAB que trouxe o corpo da médica missionária Zilda Arns. O corpo de Zilda seguirá, às 8h, para Curitiba, onde será velado no Palácio das Araucárias, sede do governo do Paraná.
Fonte: Zero Hora

São Paulo - Polícia apreende 400 mil lacres de carros em empresa irregular

Corregedoria Civil localiza material suspeito e até lista de presentes para delegados em locais investigados por fraude.

FACHADA - Na Cordeiro Lopes, havia apenas 4 funcionários: documentos estavam no endereço da ''sede''
Dezenas de milhares de lacres de carros, documentos de empresas supostamente fantasmas, agendas, notas fiscais suspeitas e até mesmo um a lista de mimos natalinos para delegados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) foram encontrados dentro de uma das principais empresas que estariam por trás do esquema que desviou pelo menos R$ 40 milhões do Detran desde 2006. O material foi apreendido ontem durante operação da Corregedoria da Polícia Civil que cercou as empresas Cordeiro Lopes e Casa Verre, na Vila Prudente, zona leste de São Paulo.

A Cordeiro Lopes é a empresa que detém 9 dos 10 contratos de lacração de carros assinados pelo Detran em 2006. A empresa é responsável pela prestação do serviço de lacração e emplacamento em todo o Estado, exceto na capital. Em agosto, um delegado de Osasco descobriu que a Cordeiro inflava as prestações de contas do serviço prestado ao Estado. Assim, ela dizia ter lacrado 13 mil veículos em um mês na cidade quando, na verdade, só 4 mil haviam sido lacrados. A estimativa da polícia é de que a fraude tenha causado um prejuízo de até R$ 40 milhões ao Estado.

Além disso, a Cordeiro seria uma empresa fantasma criada pelo dono da Casa Verre para fraudar a licitação em 2006. Sua proprietária, Vilma Pereira de Araújo, mora em uma casa alugada no Jardim Japão, periferia da zona norte, apesar de a Cordeiro ter faturado, em 2008, R$ 35,6 milhões só com o contrato com o Detran paulista e, de janeiro a junho de 2009, outros R$ 29,1 milhões.

Mas a Cordeiro não seria a única empresa laranja da Casa Verre a participar de licitações. O que a diferencia das demais é o fato de ser necessário atravessar apenas uma rua, a Itanhaém, para sair do portão dos fundos da Casa Verre e chegar à entrada da Cordeiro Lopes. Ontem, o endereço amanheceu cercado pelos corregedores.

O delegado Luiz Antônio Rezende Rebello, que preside o inquérito, planejava a operação havia um mês. Dois mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça, apesar de o Ministério Público Estadual (MPE) ter se manifestado contrário à concessão da busca.

A blitz nas empresas superou as expectativas dos corregedores. Sabia-se que na Casa Verre havia um cofre secreto e uma passagem subterrânea na sala do dono da empresa, Humberto Verre. Os corregedores não contavam com a existência de outros esconderijos no local.

Preparados, eles levaram uma marreta para derrubar possíveis paredes falsas. Também levaram peritos criminais especializados em engenharia, informática e fotógrafos. Assim, descobriram que na sede da Cordeiro Lopes não havia nada: só quatro funcionários. Foi na Casa Verre que toda a documentação da Cordeiro foi encontrada. Lá estavam livros fiscais, notas, agendas, fichas de funcionários e até mesmo os carimbos em nome de sua suposta dona, Vilma Araújo.

PRESENTES SUSPEITOS

Em diversos lugares foram encontrados lacres de carros. Ao todo, 418 mil estavam na Casa Verre. Os corregedores entendem que esses lacres jamais poderiam estar lá, pois somente a Cordeiro Lopes pode mantê-los, conforme prevê o contrato. No primeiro andar, os delegados encontraram uma lista de presentes para delegados do Detran, como ovos de Páscoa e panetones - os delegados não sabem se a relação dos produtos é real ou um código. Os corregedores querem saber se esses delegados receberam os mimos e se algum deles era responsável por gerir ou fiscalizar os contratos.

A corregedoria já investigava a atuação de 18 delegados por causa da assinatura, gestão e fiscalização dos contratos. Além de possível improbidade administrativa, apuram-se os crimes de formação de quadrilha, falsificação de documentos, falsidade ideológica, fraude em licitação e o desvio de recursos públicos. Até os delegados Ivaney Cayres de Souza e Ruy Estanislau Mello, ex-diretores do Detran entre 2006 e 2009, foram ouvidos sobre o caso.

A dona da Cordeiro havia dito ao depor que ambos tinham conhecimento dos pagamentos efetuados a mais pelo departamento à empresa. Tanto Ivaney quanto Mello dizem que tomaram providências para tentar coibir as fraudes. Mello disse que entregou o cargo no ano passado porque não aguentava mais. Foi desmentido pelo secretário da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, que disse que foi dele a iniciativa de remover Mello do cargo.

No meio da tarde de ontem, os corregedores encontraram o cofre da empresa e receberam reforço. Às quatro equipes com delegados que haviam iniciado as buscas se juntaram outras com a missão de tentar concluir o arrastão da corregedoria ainda ontem . Só às 16 horas, sob a ameaça de arrombamento, é que os funcionários da empresa decidiram abri-lo.
Fonte: Estadão

Piaui - ATI apresenta nova ferramenta de comunicação para a PM

A Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI) apresentou, na manhã desta quinta-feira (14), para a Polícia Militar do Piauí o Expresso Livre, nova ferramenta de comunicação do Governo do Estado. A apresentação aconteceu no Quartel do Comando Geral (QCG) e contou com a participação de Antonio Torres, diretor geral da ATI, Adercino, sub-comandante da PM, e dezenas de policiais militares.
Segundo o diretor da ATI, o programa tem como objetivo facilitar a comunicação dentro dos órgãos governamentais além de proporcionar economia de tempo e dinheiro. “O expresso-mail foi desenvolvido 100% na plataforma de software livre e já foi testado e aprovado em vários estados. Além do Pará, Paraná, Alagoas, Pernambuco, Amazonas e Sergipe, a Serpro órgão do Governo Federal também adotou a nova forma de comunicação”, afirmou Antonio Torres.

“Esta nova tecnologia é, sem dúvida, de grande importância para a Polícia Militar. Há muito tempo necessitamos de algo que possa proporcionar a rapidez, segurança e a agilidade que o expreso-mail irá nos oferecer. No que se refere a comunicação das unidades será um grande salto principalmente quando a questão é interagir interior e capital”, disse o sub-comandante da PM.
Militares conhecem o Expresso Livre Avelino Medeiros, diretor da Unidade de Gestão Estratégica da ATI, falou da criação do novo programa. ”O expresso-mail foi criado pela Procergs do Rio Grande do Sul e foi desenvolvido pela Celepar. O expresso-mail vai garantir mais segurança às informações do Estado e melhorar a comunicação dos servidores públicos, tornando mais rápido e eficiente o tramite de mensagens e documentos”, explicou.

Durante a apresentação os palestrantes tiraram dúvidas dos participantes que também receberam cartilhas informativas sobre a utilização do procedimento.
Fonte: Emdianews

Goiás - Governo entrega 60 viaturas para ação policial

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, entrega hoje 60 viaturas para as polícias Civil, Militar, Superintendência do Sistema de Execuções Penais (Susepe), Superintendência da Polícia Técnico Científica e para a própria secretaria. A solenidade será realizada às 9 horas, no pátio da Secretaria de Segurança Pública.

Dos 23 veículos, 15 caminhonetes Ranger serão entregues à Polícia Civil, que serão distribuídas para os 13 Grupos Especiais de Combate ao Narcotráfico (Genarcs), nos municípios de Aparecida, Anápolis, Itumbiara, Jataí, Catalão, Posse, Iporá, Ceres, Porangatu, Luziânia, Formosa, Rio Verde e cidade de Goiás. Além dos Genarcs, as viaturas vão atender a Delegacia Estadual do Meio Ambiente e a Delegacia do Consumidor. As demais caminhonetes Ranger, oito no total, serão distribuídas entre a Susepe, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Serão entregues ainda 22 viaturas para a Superintendência da Polícia Técnico Científica e 15 para Secretaria de Segurança Pública.
Fonte: O Hoje

São Paulo - Perna mecânica roubada quase foi vendida para ferro-velho, diz delegado

Turista foi assaltado em praia de Itanhaém no dia 1º. ‘Nunca vi isso em 35 anos de polícia’, afirma delegado.

Um turista que teve a sua perna mecânica roubada em plena comemoração do réveillon em uma praia de Itanhaém, no litoral sul de São Paulo, por muito pouco não ficou de vez sem a prótese, segundo o delegado Luiz Alves Batista, titular do 2º DP da cidade.

Por volta das 4h do dia 1º, o homem de 26 anos estava só na praia de Cibratel, quando foi abordado dois assaltantes. Além do celular, máquina fotográfica digital e de dinheiro, os ladrões levaram a perna mecânica dele. “A perna foi por maldade, por sacanagem mesmo. Um absurdo. Nunca tinha visto isso em 35 anos de polícia”, declarou, indignado, Batista.

O delegado acredita que a prótese tenha sido jogada fora horas depois pelos ladrões. Em seguida, ela foi encontrada por um morador da cidade, que tentou vendê-la a um ferro-velho. “Ainda bem que o dono do ferro-velho não comprou. E ainda orientou a pessoa que a achou a entregá-la na delegacia. Ele veio e nós fizemos o boletim de ocorrência de apreensão do objeto”, contou o delegado.

Segundo ele, a vítima registrou um boletim de roubo no 1º DP, que estava de plantão no réveillon. Por isso, o registro só foi enviado ao 2º DP dois dias depois. “Depois de recebermos a perna, fizemos um levantamento para saber se havia algum registro de roubo para ela. Assim, pudemos localizar o dono da prótese”, disse.

O turista contou na delegacia que perdeu a perna em um acidente de moto anos atrás e que a prótese havia custado R$ 6 mil. “Imagina a alegria dele quando a devolvemos. Afinal, desembolsar R$ 6 mil não é para qualquer um”, finalizou Batista.
Fonte: G1

PMERJ - Rio inaugura 6ª unidade da Polícia Pacificadora

O governador Sérgio Cabral inaugurou hoje a sexta Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que ocupará os morros Ladeira dos Tabajaras e Morro dos Cabritos, em Copacabana, na zona sul do Rio. Com a inauguração, todas as favelas da orla do bairro - que concentra o maior número de hotéis da cidade - estão ocupadas ostensivamente pela Polícia Militar.
"Agora já são mais de 160 mil moradores do Rio atendidos pelo novo sistema de segurança pública. Garanto à população da cidade que não haverá contaminação pelo ano eleitoral neste processo e continuaremos este trabalho", disse Cabral, que concorre à reeleição.
O governador prometeu para depois do Carnaval novas ocupações de favelas. Ele evitou falar quais seriam os morros ocupados, mas o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, já adiantou que este ano levará as UPPs para a Zona Norte e Centro do Rio. "Em abril, a primeira turma de novos recrutas de 2010 se formará. Eles são 1,3 mil homens. Isto é mais do todo o efetivo empregado hoje nas UPPs. Em junho, a PM formará mais 2 mil homens. Nosso plano é chegar em 2010 com mais de 300 mil moradores beneficiados", afirmou Cabral.
Fonte: G1

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Tragédia no Haiti - Comentário do Visões de um PM

Caros leitores,

durante todo o dia (14/01) os jornais noticiaram a tragédia causada pelo terremoto no Haiti. Imagens de corpos espalhados pelo chão, pessoas feridas à espera de socorro e casas destruídas ganharam o mundo. Não resta dúvida que o sofrimento da nação vizinha também está sendo compartilhada pelo povo brasileiro, afinal, nós também perdemos nossos soldados nessa catástrofe. Mas, em meio a tamanha dor algo me faz sentir orgulhoso: nossos militares no Haiti permanecem firmes ajudando a salvar as vidas que clamam por socorro em meio aos escombros. Orgulho também sentimos ao ver os Bombeiros Militares dos Estados brasileiros embarcando em direção àquele país que tanto precisa de ajuda. Dessa forma, nosso país está mostrando ao mundo o que verdadeiramnete somos. Estamos mostrando que as forças armadas de nosso país não utilizam unicamente dos canhões para serem respeitadas. Em um momento como esse, pouco se pode fazer com um fuzil, mas coisas grandiosas podem ser realizadas por uma mão amiga. Os militares do exército brasileiro e os bombeiros militares de nossos estados tem sido a mão amiga do povo haitiano.
Fica aqui nosso reconhecimento aos militares e bombeiros que estam atuando no socorro às vítimas no Haiti.
Visões de um PM.

SSP/RS - SSP realiza reunião preparatória para o Fórum Social Mundial

A Secretaria da Segurança Pública realizou na manhã desta quinta-feira (14) a segunda reunião preparatória entre os órgãos de segurança da União, Estado e municípios com vistas aos procedimentos operacionais que serão aplicados no Fórum Social Mundial, evento que acontece no Rio Grande do Sul de 24 a 29 de janeiro próximo, tendo como município sede a Capital, mas ocorrendo de maneira descentralizada em outras dez cidades.

Ao início dos trabalhos o secretário estadual da Segurança Pública, Edson Goularte, destacou para a fundamentalidade de um trabalho integrado e articulado entre todas as esferas do segmento envolvidas no processo. “Nos preparamos profissionalmente para eventos desta magnitude e esta é a hora de mostrarmos e aplicarmos com qualidade esses conhecimentos”, frisou. Goularte assinalou que na SSP a coordenação dos trabalhos referentes ao FSM estará sob responsabilidade do secretário-adjunto, Rubens Edison Pinto, e do Departamento de Gestão da Estratégia Operacional (DGEO).

De acordo com o diretor do DGEO, coronel Marco Antônio Moura dos Santos, a organização executiva do evento aguarda um público estimado entre 20 e 30 mil pessoas que se deslocará, além da Capital, por municípios como Canoas, Gravataí, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapiranga, Campo Bom, Bento Gonçalves, Santa Maria e Pelotas. Essas cidades, observou Santos, receberão antes, durante e depois do FSM atividades diretas ou indiretas, o que apenas acresce para que as ações de segurança estejam articuladas e integradas. Ao todo, mais de 600 oficinas estarão ocorrendo – 240 delas em Porto Alegre, além de palestras, painéis e conferências com a presença de chefes de Estado, políticos e personalidades dos mais diferentes segmentos.
Fonte: SSP/RS


PMESP - Polícia Militar prende quadrilha por roubo a lotérica

Os policiais encontraram duas integrantes da quadrilha e localizaram os outros três bandidos em casa

Policiais militares da 1ª Companhia do 29º Batalhão de Polícia Militar do Interior, empregados nos programas de policiamento: Rádio Patrulha, Força Tática e ROCAM, por volta das 15h40 do dia 13 de janeiro, localizaram um veículo Fiat Strada roubado que era utilizado na fuga de três criminosos que haviam roubado uma casa lotérica localizada na Avenida Monteiro Lobato no bairro Agenor de Campos, em Mongaguá, litoral de SP.

Os policiais localizaram o veículo utilizado pelos criminosos em frente a Quadra de Esportes “Arturzão” que fica na Rua Caraguatatuba, bairro do Agenor de Campos em Mongaguá. Durante o patrulhamento uma das equipes policiais suspeitou das atitudes de duas mulheres que estavam dentro de um táxi, na abordagem, foram encontrados boletos e impressos da Casa Lotérica que havia sido roubada.

Ao serem questionadas sobre o material elas se identificaram como esposas dos criminosos que participaram do roubo e indicaram aos policiais o local onde poderiam ser encontrados os outros três participantes do crime.

Em uma casa, no bairro de Agenor de Campos, os três bandidos foram surpreendidos efetuando a contagem do dinheiro. Os policiais encontraram ainda três armas de fogo, oito aparelhos celulares, e R$ 6.152,00.

Os policiais militares ordenaram a prisão aos cinco envolvidos e os conduziram até o 1º Distrito Policial de Mongaguá onde foi registrada a ocorrência de roubo e formação de quadrilha. Pela DP foi descoberto que os três homens têm vasta ficha criminal por diversos delitos.
Fonte: PMESP

PMMG - Polícia ambiental apreende mil pássaros no Triângulo Mineiro


Quatro pessoas foram presas.

Mil canários-da-terra foram apreendidos durante a madrugada, na região do Triângulo. A polícia ambiental prendeu quatro pessoas.

O valor da multa é de R$ 500 por pássaro. As aves foram encaminhadas ao Ibama e depois serão soltas.

Fonte: Globo Vídeos

Comunicado - Visões de um PM

Caros leitores,



na última semana recebemos diversas sugestões de nossos amigos para melhorar o Visões de um PM. Foram sugeridas notícias, temas a serem abordados e até mesmo modificações na apresentação do blog, por isso, queremos agradecer a todos pelas dicas. Em breve estaremos realizando as modificações sugeridas. Gostaríamos muito de continuar recebendo suas sugestões. Lembramos ainda a todos que possuem blog policial que somos seu parceiro, afinal, temos o mesmo objetivo: divulgar o trabalho policial e valorizar o profissional de segurança pública.
Ass. Visões de um PM

Concurso Polícia Civil do Paraná oferece 500 vagas

A partir do dia 14 de janeiro de 2010, estão abertas as inscrições para o concurso público da Polícia Civil do estado da Paraná. O concurso da Polícia Civil do estado do Paraná oferece 500 vagas para os cargos de nível superior.

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 11 de fevereiro de 2010, através do endereço eletrônico: www.cops.uel.br .

A taxa de inscrição será de R$ 67,00 para todos os cargos.

A prova de Conhecimentos Gerais será realizada no dia 28 de março de 2010, na cidade de Curitiba, nos locais e horários, a serem divulgados posteriormente.

O Concurso Público da Polícia Civil do estado do Paraná tem validade de 02 (dois) anos, a contar da data da homologação do resultado final no Diário Oficial do Estado do Paraná, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Estado do Paraná.
Fonte: Concursosbrasil

Goiás - MP oferece denúncia contra policial civil que tentou contra a vida de PM

O Ministério Público Estadual (MP) ofereceu denúncia contra o policial civil Dimas Ferreira Rio, após acusação de que ele tentou matar um policial militar em dezembro do ano passado. O crime aconteceu em Bela Vista, a 45 quilômetros de Goiânia, durante uma festa.

O promotor Carlos Vinícius Alves Ribeiro, autor da denúncia, entendeu que o atentado contra o PM se enquadra no crime de tentativa de homicídio qualificado. O episódio aconteceu por volta das 3 horas da madrugada, quando o acusado disparou dois tiros de pistola em direção à cabeça do sargento.

No dia do crime, Dimas estava em boate, acompanhado de outra agente da Polícia Civil, identificada como Rosane. O policial teria se desentendido com alguém na festa. Os seguranças do estabelecimento acionaram a PM, que encontrou Dimas aparentemente embriagado e portando uma arma.
Fonte: O Hoje
O comandante da operação, sargento Vítor, pediu os documentos do policial civil e os dois teriam começado a discutir. Dimas teria, então, disparado a arma em direção à cabeça do PM. Os tiros pegaram de raspão. Depois de desarmados, os dois agentes foram encaminhados ao 2° Distrito Policial (DP) em Aparecida de Goiânia, onde foram ouvidos e liberados.

AGU mantém nomeação de 400 policiais federais aprovados em concurso público

A Advocacia-Geral da União (AGU) manteve, na Justiça, a nomeação de 400 policiais federais aprovados no concurso público para a Polícia Federal realizado em 1993 (Edital 01/ANP/93). Uma ação proposta em 1994 na Justiça Federal de Bento Gonçalves (RS) por um candidato reprovado, contra a União, o ministro da Justiça e os candidatos aprovados, pedia a anulação do certame e o pagamento de R$ 25 milhões.

O concurso foi homologado pelo Despacho 312/2003 do Ministério da Justiça, que determinou a nomeação dos candidatos empossados sob o abrigo de decisões judiciais favoráveis. Para o autor da ação, esses candidatos não obtiveram classificação dentro do número de vagas do concurso público e, por isso, o ato deveria ser anulado.

A Procuradoria Seccional da União (PSU) em Caxias do Sul defendeu a validade do ato ministerial e ressaltou que os candidatos cumpriram todos os requisitos exigidos pela administração para a nomeação. Dentre eles, estão a posse como delegado, agente ou papiloscopista, a conclusão do tempo de estágio probatório, além da decisão judicial favorável.

O despacho do Ministério da Justiça foi feito justamente porque as ações judiciais tramitaram por mais de dez anos sem solução e sem trânsito em julgado, ou seja, ainda cabem recursos das partes. Além disso, o ato dá segurança jurídica e estabilidade às relações jurídicas e administrativas travadas com mais de 400 servidores públicos. Eles, inclusive, se encontravam regularmente nomeados há mais de dez anos, exercendo funções estratégicas para a segurança pública.

A Justiça Federal acolheu os argumentos da AGU, entendendo que o despacho ministerial homenageou os princípios da segurança jurídica, do interesse público, da finalidade, da instrumentalidade das formas, da estabilidade das relações jurídicas e da boa-fé.

O Ministério Público Federal, assistente do autor, apresentou recurso de apelação contra a decisão de primeira instância, que será apreciado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

A Procuradora Seccional da União, Caroline Busetti, destacou que a decisão é importante, pois "vincula um ministro de Estado e centenas de servidores da Polícia Federal que atuam em todo o país". Ela informou que a União foi intimada no final do ano passado desta decisão.

Ref.: Ação Popular 2004-71130000423 - Justiça Federal de Bento Gonçalvez


Fonte: AGU

PMBA - 'BBB 10': Policial Anamara pode sair do reality show direto para a cadeia

A policial Anamara, participante da 10ª edição do "Big Brother Brasil", da "TV Globo", pode deixar o confinamento e ir parar na prisão.

Assim que confirmou sua participação na atração, a sister pediu férias na corporação e deveria voltar ao trabalho em dois de fevereiro.

Ela terá um prazo de oito dias após o fim das férias para se apresentar. Caso isso não ocorra, a sister será apontada como desertora e pode pegar entre seis meses e dois anos de detenção, segundo o promotor de Justiça da Bahia.

Se Anamara tivesse mais de três anos na corporação teria seu tempo de licença prolongado.
Fonte: Blog do Sidney Rezende

Exército Brasileiro - Sobe para 14 número de soldados brasileiros mortos no Haiti

PORTO PRÍNCIPE - Subiu para 14 o número de soldados brasileiros mortos após o terremoto que devastou o Haiti nesta terça-feira. Quatro militares ainda estão desaparecidos e nove ficaram feridos, dois em estado grave.

Segundo comunicado do Exército divulgado nesta quinta-feira, os 14 soldados mortos na tragédia são: Bruno Ribeiro Mário (1º tenente); Davi Ramos de Lima (2º Sargento); Leonardo de Castro Carvalho (2º Sargento); Rodrigo de Souza Lima (3º Sargento); Douglas Pedrotti Neckel (cabo); Washington Luis de Souza Seraphin (cabo); Tiago Anaya Detimermani (soldado); Antonio José Anacleto (soldado); Felipe Gonçalves Julio (soldado); Rodrigo de Souza Lima (soldado); Emílio Carlos Torres dos Santos (coronel); Arí Dirceu Fernandes Júnior (cabo); Kleber da Silva Santos (soldado); Raniel Batista de Camargos (subtenente).

Outros quatro soldados ainda estão desaparecidos: João Eliseu souza Zanin (coronel); Marcus Vinicius Macedo Cysneiros (tenente coronel); Francisco Adolfo Vianna Martins Filho (major); Márcio Guimarães Martins (major).

Nenhuma das vítimas estava na principal base do Brasil em Porto Príncipe (chamada de Brabatt), que só sofreu danos leves.

O Brasil possui 1.266 militares na missão de paz da ONU, Minustah (missão de estabilização da ONU liderada pelo Brasil), enviada ao país depois de uma sangrenta rebelião, em 2004, que sucedeu décadas de violência e pobreza.
Fonte: Jornal do Brasil

PMESP - Dois policiais militares morrem em acidente em Itapira (SP)

Dois soldados da Polícia Militar morreram na tarde desta quarta-feira em Itapira (164 km de São Paulo), quando o veículo em que estavam derrapou em uma curva e despencou num barranco, capotando várias vezes.

O acidente foi na rodovia que liga Itapira a Mogi Guaçu, na altura do bairro chamado Lago da Maldição. O soldado Denison Duarte da Silva, 26, estava para se casar. O outro policial militar, Fábio Fernando Lemes, 24, deixa uma filha pequena, informou a Secretaria da Segurança.

Os policiais foram acionados para auxiliar na perseguição de suspeitos que haviam roubado um caminhão em Itapira. A caminho do local onde eles abandonaram o caminhão e fugiram, o veículo derrapou ao tentar desviar de uma câmara de ar que havia se desprendido de uma das rodas do caminhão.

Segundo o tenente Fábio José Vieira dos Santos, do 26º BPM/I, os soldados "sempre foram empenhados e eram excelentes policiais. Infelizmente, partiram deixando não apenas a Polícia Militar, mas também familiares, noiva e filha."

Os corpos dos soldados foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) e serão velados com honras, já que morreram em serviço.
Fonte: Estadão

PMESP - Soldado da PM é vítima de latrocínio no bairro do Limão

O soldado David Dias Riul, de aproximadamente 30 anos, foi morto, por volta das 23 horas de ontem ao ser abordado por dois assaltantes no bairro do Limão, na zona norte de São Paulo. À paisana, no dia de folga e ocupando um Fiat Siena branco, o soldado, lotado na 1ª Companhia do 18º Batalhão, ao parar o carro foi surpreendido pela dupla que, a pé, exigiu que ele saísse do veículo. Não se sabe ainda se o policial reagiu ou se foi revistado pelos criminosos que resolveram atirar ao supostamente descobrirem que a vítima era um PM.
Baleado no peito, Dias ainda foi encaminhado ao pronto-socorro do Hospital de Vila Nova Cachoeirinha, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Os criminosos fugiram levando o carro e a pistola calibre 380 do soldado. Uma mulher foi testemunha do crime, mas a polícia não informou ainda se ela acompanhava ou não David.

Segundo a Polícia Militar, o veículo do soldado foi encontrado abandonado horas depois na Rua Silvestre Francisco, próximo da altura do nº 8.200 da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, na Vila Mirante, região de Pirituba, zona oeste de São Paulo. O caso foi registrado como roubo seguido de morte na delegacia da Casa Verde (13ºDP).
Fonte: Estadão

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Segurança Pública - Polêmica no ar: Rio - avião não tripulado precisa de autorização da Aeronáutica

Rio: avião não tripulado precisa de autorização da Aeronáutica.
Foto ilustrativa


A pretensão das secretarias de Segurança do Estado e da Ordem Pública do município do Rio de colocar em ação aviões não tripulados – respectivamente para monitorar favelas e a desordem urbana – terá que passar pelo crivo da Aeronáutica. Pela legislação do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, é proibido, por exemplo, usar esse tipo de aeronave em cidades, povoados, lugares habitados ou sobre grupo de pessoas ao ar livre. No entanto, a legislação poderá ser reavaliada pelo órgão regional de cada Estado.

Na Secretaria Estadual de Segurança, o projeto de compra dos aviões não tripulados ainda não tem prazo para sair do papel. Uma das intenções é adquirir o equipamento para o Batalhão de Operações Especiais. Para se tornar uma realidade na Secretaria de Ordem Urbana, a compra de seis aeronaves ainda depende de negociações com a Secretaria Nacional de Segurança Pública.

Quem deu um passo à frente foi a Polícia Federal. Em outubro, o órgão arrematou 15 aeronaves para fazer a vigilância da Amazônia e sobrevoar as favelas. Controlados à distância, os equipamentos da empresa israelense IAI (Israel Aerospace Industries) foram comprados por R$ 345 milhões.

O Heron, modelo adquirido pela União, é usado por órgãos de defesa de países como EUA e Canadá. No Brasil, o nome técnico é Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado), e será usado para mapear e monitorar todo o território nacional.

Aviões não tripulados

Recentemente, esta coluna publicou queixa da gaúcha Aeromot ao Ministério da Justiça. A empresa – que está em fase de recuperação judicial – alegava que seu avião Ximango está sendo preterido pelo governo, em favor dos veículos aéreos não tripulados (Vants), da israelense IAI, e que custam 100 vezes mais; além disso, os Vants não poderiam ser usados em áreas urbanas – como Copa do Mundo e Olimpíadas – mas apenas em campos de guerra.

A Polícia Federal poderá importar seis Vants, por US$ 150 milhões, no total, para vigiar os citados eventos, de grande participação popular. Uma outra empresa brasileira, a carioca Santos Lab, alega que seu Carcará também deveria estar no páreo e cita que a Marinha e o Bope, da Polícia do Rio, podem comprovar a eficiência dessas aeronaves. Informa-se que a própria ONU está estudando uso do Carcará no Haiti.

Não tripulados, como os Vants – ao contrário dos Ximangos – os Carcarás transmitem imagens diurnas e noturnas e são quase imperceptíveis quando em ação no espaço aéreo. O PT também reclamou da intenção de compra dos Vants israelenses.
Fonte: Poder Aéreo

inacreditável!! Foragido fica doente e pede para voltar à prisão

SOROCABA - Foragido de uma penitenciária desde o início do ano passado, um homem de 29 anos ligou para a Polícia Militar e pediu para ser preso, no final da tarde de ontem, em Sorocaba. Ele alegou que estava doente e não conseguia tratamento no sistema público de saúde. "Sou Reginaldo Pezzini, uma pessoa que vocês estão procurando", disse, por telefone, ao policial plantonista. Inicialmente, o policial achou que era trote, mas depois de algumas checagens, encaminhou uma viatura para o endereço dado por Pezzini.

O homem esperava no portão e, depois de ser revistado, entrou na viatura. Ele cumpria pena por roubo, furto e desacato na Penitenciária de Itirapina, região de Araraquara. Em abril do ano passado, beneficiado pelo indulto da Páscoa, foi visitar a mãe em Sorocaba e não retornou.

Ele contou aos policiais que, na penitenciária, tem garantido o tratamento médico que não conseguiu no sistema de saúde pública de Sorocaba. Pezzini foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP), onde aguarda remoção para uma penitenciária. Ele tem ainda seis anos de prisão para cumprir.
Fonte: Estadão

Mortos no Haiti devem passar de 100 mil, diz primeiro-ministro





















Bairro de Porto Príncipe, devastado após terremoto. Foto: Matt Marek/American Red Cross/AP

WASHINGTON - O número de mortos no terremoto do Haiti deve ficar "bem acima dos 100 mil", afirmou nesta quarta-feira, 13, o primeiro-ministro Jean-Max Bellerive à rede de televisão americana CNN. O país caribenho foi atingido por um terremoto de intensidade de 7,0 graus na noite de terça.

Governo expulsou 20% mais servidores por corrupção em 2009

Nos últimos seis anos, o principal motivo das expulsões foi valer-se do cargo para obtenção de vantagens.


SÃO PAULO - A Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou nesta quarta-feira, 13, dados do último levantamento que consolida as informações sobre demissões, destituições de cargos comissionados e cassações de aposentadorias aplicadas a servidores públicos do Poder Executivo Federal. Somente no ano de 2009, foram 429 os servidores penalizados por práticas ilícitas no exercício da função, o que representa um aumento de 20% em relação ao ano anterior (2008), que apresentou um total de 347 agentes públicos expulsos do serviço público. O principal tipo de punição aplicada em 2009 também foi a demissão, com 364 casos. Foram aplicadas ainda 24 penas de cassação de aposentadoria e 41 de destituição de cargo em comissão.

O Governo Federal aplicou punições expulsivas a 2.398 agentes públicos por envolvimento em práticas ilícitas, no período entre janeiro de 2003 e dezembro de 2009. Do total de penas expulsivas no período, as demissões somaram exatos 2.069 casos; as destituições de cargos em comissão, 184, e as cassações de aposentadorias, 145.

No acumulado dos últimos seis anos (2003 a 2009), o principal motivo das expulsões foi valer-se do cargo para obtenção de vantagens, respondendo por 1.236 casos, o que representa 32,39% do total. A improbidade administrativa vem a seguir, com 714 casos (18,71%); as situações de recebimento de propina somaram 232 (6,08%) e os de lesão aos cofres públicos, 171, representando 4,48%.


Fonte: Estadão

Minas Gerais - PM, BM e Samu - Trote em serviços de emergência é crime

Quem faz a brincadeira de mau gosto com a PM, o Samu e o Corpo de Bombeiros prejudica o atendimento a quem realmente precisa. A maioria das ligações é feita por crianças.

Fonte: Globo Vídeos

PMERJ - Polícia faz operação na favela Parque União e apreende armas e drogas





Fonte: G1

Veja como ajudar as vítimas do terremoto no Haiti

Tragédia pode ter afetado 3 milhões de pessoas, diz Cruz Vermelha. Instituições pedem doações em dinheiro para ajudar vítimas.

Foto: G1 - Soldados brasileiros trabalhando em frente a sede da missão.


O terremoto no Haiti causou destruição e pode ser afetado cerca de 3 milhões de pessoas, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, que alerta, porém, que o número ainda pode mudar porque ainda falta verificar muita coisa sobre a situação no país.

Quem quiser ajudar as vítimas do terremoto tem algumas opções. Como costuma acontecer depois de tragédias, podem aparecer sites falsos pedindo doações, então procure doar para instituições reconhecidas por meio do site delas.

A embaixada do Haiti no Brasil recebe doações em dinheiro por meio da conta corrente abaixo. Os recursos serão recebidos diretamente pela embaixada e administrados por ela, segundo o Banco do Brasil. Podem ser feitos depósitos ou transferências de qualquer banco e até mesmo de fora do Brasil para a conta corrente.

Nome: Embaixada da República do Haiti

Banco: Banco do Brasil

Agência: 1606-3

CC: 91000-7

CNPJ: 04170237/0001-71



O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) também recebe doações só em dinheiro. Segundo Silvia Backes, coordenadora do CICV no Brasil, a entidade não recebe outros tipos de doações, como roupas, devido à dificuldade de enviá-las ao país. Ela diz que há uma equipe de ajuda emergencial da Cruz Vermelha saindo de Genebra com toneladas de doações e com equipes de médicos.

Para doar ao CICV, use a conta corrente abaixo:

Nome: Comitê Internacional da Cruz Vermelha

Banco: HSBC

Agência: 1276

CC: 14526-84

CNPJ: 04359688/0001-51


O Movimento Viva Rio informou que abriu uma conta para receber doações que serão usadas para compra de alimentos, água e medicamentos.

Presente desde 2004 no Haiti, o Viva Rio mantém uma equipe de mais de 400 pessoas trabalhando nos projetos, sendo nove brasileiros. Doações podem ser feitas na conta:

Nome: Movimento Viva Rio

Banco: Banco do Brasil
Agência: 1769-8
CC: 5113-6

CNPJ: 00343941/0001-28

O músico haitiano Wyclef Jean recebe doações para ajudar as vítimas do terremoto por meio de sua ONG, a Yelé Haiti. Para doar, acesse o site do Yelé Haiti, clique em "Donate", escolha o valor da doação e forneça os dados do seu cartão de crédito.

Informações sobre cidadãos brasileiros no Haiti podem ser obtidas no Núcleo de Assistência a Brasileiros do Itamaraty, nos telefones abaixo:


(61) 3411-8803
(61) 3411-8805
(61) 3411-8808
(61) 3411-8817
(61) 3411-9718
(61) 8197-2284




Fonte: G1

LUTO - Visões de um PM lamenta a morte dos soldados do Exército brasileiro no Haiti

O blog Visões de um PM lamenta a morte dos soldados brasileiros integrantes da missão de paz no Haiti. Choramos, junto com os familiares, a perda de homens tão valorosos. Fica aqui nosso reconhecimento e homenagem àqueles que doaram suas vidas acreditando em um mundo de paz.
Ass. Visões de um PM


MINISTÉRIO DA DEFESA
EXÉRCITO BRASILEIRO
GABINETE DO COMANDANTE
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

ESCLARECIMENTO AO PÚBLICO INTERNO NR 002 – 13 DE JANEIRO DE 2010

Atualizando as informações transmitidas nesta manhã, a propósito da tragédia ocorrida no Haiti, o Comando do Exército informa que o número de vítimas entre os militares brasileiros é o seguinte:

Foram confirmados os óbitos de 10 (dez) militares do BRABATT:

5º Batalhão de Infantaria Leve, sediado em Lorena-SP:

- 1º Tenente BRUNO RIBEIRO MÁRIO;

- 2º Sargento DAVI RAMOS DE LIMA;

- 2º Sargento LEONARDO DE CASTRO CARVALHO;

- Cabo DOUGLAS PEDROTTI NECKEL;

- Cabo WASHINGTON LUIS DE SOUZA SERAPHIN;

- Soldado TIAGO ANAYA DETIMERMANI; e

- Soldado ANTONIO JOSÉ ANACLETO,

2º Batalhão de Infantaria Leve, sediado em São Vicente-SP:

- Cabo ARÍ DIRCEU FERNANDES JÚNIOR e

- Soldado KLEBER DA SILVA SANTOS;

37º Batalhão de Infantaria Leve, sediado em Lins-SP.

- Subtenente RANIEL BATISTA DE CAMARGOS,

Um militar da MINUSTAH:

- Coronel EMILIO CARLOS TORRES DOS SANTOS, do Gabinete do Comandante do Exército, sediado em Brasília-DF.

Além disso, encontram-se desaparecidos 04 (quatro) militares que estavam no Quartel da MINUSTAH (Hotel CRISTOPHER) e mais 03 (três) sob escombros, não localizados no Ponto Forte 22 (Casa Azul), próximo ao bairro Cite Soleil.

Há 07 (sete) feridos em atendimento no Hospital Argentino da MINUSTAH e 02 (dois) outros militares foram evacuados para a República Dominicana.

Gen Bda CARLOS ALBERTO NEIVA BARCELLOS

Chefe do CCOMSEx

Concurso PM AP Polícia Militar do Estado do Amapá - Oficiais - 2010

Resumo do Concurso

Instituição: Polícia Militar do Estado do Amapá (PM - AP)
Banca Examinadora: SEAD - AP
Situação: Concursos Abertos
Total de Vagas: 20 vagas imediatas
Remuneração: ?
Taxa de Inscrição: R$ 100,00
Datas de Inscrição: de 13/01/2010 a 02/02/2010
Data da Prova: 21/02/2010
Região: Norte
Escolaridade: Médio
Área: Policial


Fonte: Vestcon

Policial Civil sergipano é morto em Alagoas

Três pessoas foram assassinadas a tiros na praia do Pontal do Peba, no município de Piaçabuçu, em Alagoas, entre elas, o policial Civil de Sergipe Sérgio Figueiredo Souza, de 51 anos, que trabalhava como perito no Estado. Ele teria sido morto juntamente com outras duas pessoas por bandidos que tentavam assaltar um comerciante da região. O amigo do policial, José Jamil Teixeira, de 41 anos, e o sapateiro Francisco Calixto dos Santos, de 72 anos, que teriam presenciado a ação criminosa, também foram mortos. O caso está sendo investigado pela polícia de Alagoas, com auxílio da polícia sergipana.
Sérgio teria ido àquele estado em companhia de um amigo e do filho de 17 anos com o objetivo de alugar uma casa onde a família passaria o carnaval. A informação passada pela polícia alagoana é que ele teria sido morto por assaltantes que simularam ser policiais e que estavam perseguindo um comerciante, identificado como Gilson da Silva Marinho, do ramo de pescados. O comerciante teria se dirigido a um posto de Polícia Militar da localidade para pedir o auxílio dos policiais, sendo seguido pelos supostos bandidos.


Fonte: Correio de Sergipe

PMBA - Começa a Polêmica: Policial Anamara diz que já bateu até em homem

Pedro Bial brinca com a policial Anamara. "Alô, polícia! Você bate em homem? Sem farda, é claro", pergunta o apresentador.

"Depende da situação. Um tapinha não dói", responde Anamara.

"você já bateu em homem?", insiste Bial.

Depois da resposta afirmativa da policial, o apresentador completa: "E ele reclamou?"

"Mais ou menos. Reclamou, mas no final deu tudo certo", diz a baiana.


Fonte: Tudo agora

Polícia prende um dos traficantes mais procurados no México

Teo é considerado reponsável pela morte de centenas de pessoas em Tijuana e no norte do país.


CIDADE DO MÉXICO - O suposto narcotraficante Teodoro García Simental, conhecido como Teo, foi detido nesta terça-feira, 12, pela Polícia Federal do México, informaram fontes do governo. Acredita-se que Teo seja responsável por centenas de assassinatos em Tijuana e no norte mexicano.

Teo é considerado como o antigo membro do cartel de Tijuana, comandado pela família dos Arellano Félix. Ante as crescentes prisões na região, entretanto, se separou da organização para se restabelecer como um traficante independente.
O traficante e seus comparsas são conhecidos pelos métodos brutais de execução, incluindo torturas e o uso de ácido para dissolver o corpo dos cadáveres.

Um funcionário do governo dos EUA e um militar mexicano informaram que Téo foi capturado em La Paz, capital do estado de Baja California Sur. Ele já é o segundo traficante preso no último mês e o governo oferecia uma recompensa de US$ 2,1 milhões por informações que levassem a sua prisão.
Fonte: Estadão

PMRS - BM prende 51 pessoas em operação no Estado

A Brigada Militar prendeu 51 pessoas durante uma operação na noite de terça-feira em todo o Estado. Além das prisões, 25 veículos foram recolhidos por problemas na documentação e dois carros roubados foram recuperados.

As equipes revistaram pedestres, abordaram veículos e fiscalizaram casas noturnas e bares. Uma pequena quantidade de drogas também foi apreendida. Mais de 1,5 mil policiais participaram da operação.
Fonte: Clicrbs

Militares brasileiros atuam no socorro às vítimas de tremor no Haiti, diz ministério

Em nota, ministro da Defesa ‘expressou solidariedade’ ao povo haitiano. Governo brasileiro se comunica por linhas militares com área atingida.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, divulgou nota para expressar solidariedade ao povo do Haiti, atingido por um forte terremoto na noite desta terça-feira (12). Segundo o Ministério da Defesa, os soldados brasileiros que atuam naquele país estão empenhados em socorrer as vítimas do tremor.

O Brasil participa no momento com 1.266 militares na missão da ONU, dos quais 250 são da engenharia do Exército. "Os militares já tiveram participação relevante no socorro às vítimas dos furacões de 2004 e de 2008, que atingiram o Haiti", afirma o texto. O governo não confirma a existência de brasileiros em escombros.

O espírito de colaboração já faz parte do cotidiano das tropas brasileiras que participam da Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) naquele país, mas ponderou que novas necessidades surgirão desta catástrofe"



Segundo o texto, Jobim “reconheceu que o espírito de colaboração já faz parte do cotidiano das tropas brasileiras que participam da Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) naquele país, mas ponderou que novas necessidades surgirão desta catástrofe”.

Segundo o ministério, o contato do governo brasileiro com a área atingida pelo tremor é realizado a partir de instrumentos de comunicação militar. O Exército utiliza os canais para monitorar as atividades das tropas brasileiras.

Ainda de acordo com o ministério, informações sobre a dimensão dos estragos, possíveis vítimas e a situação dos brasileiros no país só serão divulgadas na manhã desta quarta-feira (13). "Somente nesta quarta-feira haverá condições de se fazer um balanço dos danos. À medida em que novas informações forem recebidas pelo Ministério da Defesa, elas serão tornadas públicas", diz o comunicado.

De acordo com a nota do ministério, o ministro da Defesa foi informado do terremoto pelo Comandante do Exército, General-de-Exército Enzo Martins Peri, "que reportou a ocorrência de danos materiais em algumas instalações usadas por brasileiros".

Lula

Tão logo foi informado da ocorrência do terremoto no Haiti nesta terça, o ministro das Relações Exteriores, chanceler Celso Amorim, entrou em contato com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para informá-lo da situação dos brasileiros que vivem no país.



Segundo a assessoria do Itamaraty, Amorim relatou a dificuldade do governo em conseguir informações da área atingida pelo terremoto. Lula se mostrou preocupado com a condição dos brasileiros naquele país, mas não passou orientações a Amorim.

Tremor

Um forte tremor de pelo menos 7 graus de magnitude atingiu nesta terça-feira (12) o Haiti, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Não houve relatos oficiais imediatos de feridos, mas a força do terremoto pode causar grande destruição. O correspondente da agência Reuters disse, entretanto, que vários prédios em Porto Príncipe desabaram e que há vítimas.

"Tudo começou a tremer e as pessoas começaram a gritar, casas e prédios caíram... está tudo um caos", disse Joseph Guyler Delva. "Vi pessoas soterradas e pessoas mortas", completou.

Segundo relatos de um correspondente da agência Associated Press, um hospital desabou em Petionville e as pessoas ficaram desesperadas nas ruas.

Um repórter de uma rede de TV local disse que vários prédios caíram por conta do tremor, incluindo alguns do governo. Por telefone, ele descreveu a situação como desesperadora. "Tudo está destruído", disse. Segundo a France Presse, um dos prédios destruídos é o palácio presidencial.

O embaixador do Haiti nos Estados Unidos, Raymond Joseph, disse que o tremor é uma "catástrofe de enormes proporções". Segundo Dale Grant, analista da USGS, este foi o terremoto mais forte já registrado na região. Antes, disse, o mais forte havia sido um tremor de 6,7 graus em 1984.

No Brasil, os ministérios da Defesa e da Relações Exteriores informaram que até por volta das 21h (horário de Brasília) não haviam conseguido contato com os brasileiros no Haiti. O G1 está tentando contato por telefone com fontes no no Haiti. Segundo o Departamento de Estado dos Estados Unidos, o terremoto danificou toda a rede de telefonia do Haiti.




Fonte: G1

PMERJ - Tráfico adota carabina antiaérea em Niterói

Um ano depois da carabina antiaérea ponto 30 ser adotada pela Secretaria de Segurança do Rio como a nova arma da polícia carioca, a espingarda passou a ser objeto de cobiça do tráfico niteroiense. Um modelo do armamento foi apreendido pela PM, na noite de segunda-feira (11), graças ao descuido de um ‘segurança’ da Favela da Coréia, em Niterói, dando um prejuízo à facção que pode chegar a R$ 90 mil. Farto material entorpecente também foi apreendido na operação, mas ninguém acabou preso....
Fonte: São Gonçalo on line

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

A cidade de São Luís do Paraitinga, a 182 km da capital paulista, enfrenta a maior tragédia de sua história devido às enchentes que ocorreram na região e deixaram mais de 4 mil pessoas desabrigadas e desalojadas.

A Cruz Vermelha Brasileira – Filial do Estado de São Paulo mobiliza-se em uma Campanha de Ajuda Humanitária que prioriza o envio de voluntários e donativos aos afetados no local.

As prioridades de doações no momento são alimentos de fácil preparação e consumo, leite longa vida, itens de higiene, limpeza e materiais de Primeiros Socorros.

Doações em dinheiro podem ser feitas através do banco Itaú, número 341, agência 6480, conta corrente 06310-3. Nosso CNPJ é 07.127.753/0001-01.

Para a entrega e distribuição das doações contamos com as Filiais Municipais de Jacareí e São José dos Campos. Estão presentes em São Luiz do Paraitinga 15 voluntários a fim de prestar auxílio à Defesa Civil em relação a coordenação de voluntários, abrigos e pré-atendimento hospitalar para às vítimas.

A Cruz Vermelha é uma instituição sem fins lucrativos que está presente em 185 países e tem como missão atenuar o sofrimento humano com toda a imparcialidade, sem distinção de raça, religião, nacionalidade, nível social e opinião política.

A Cruz Vermelha de São Paulo conta com voluntários de todas as idades e diversificadas formações como: bombeiros, médicos, socorristas, enfermeiros, administradores, professores, etc.

http://www.cvbsp.org.br/

Blindagem amplia segurança de helicóptero em ambientes hostis

Sistema é removível e representa um custo adicional equivalente a menos de 10% do valor da aeronave, diz chefe da Divisão de Projetos da Helibras

Acrescentando placas removíveis de material resistente a impactos de armas de fogo em pontos estratégicos da aeronave, o sistema de blindagem dos helicópteros Esquilo produzidos pela Helibras em Itajubá (MG) oferece proteção às tripulações e às partes da aeronave consideradas vitais, aumentando sua capacidade de atuação em ambientes hostis. A instalação, que é personalizada em função da necessidade operacional da aeronave, compreende um conjunto modular, cuja blindagem pode envolver desde o piso da cabine até um tanque de combustível autovedante.

Desenvolvido com base na experiência operacional dos helicópteros Esquilos utilizados pelas forças policiais de todo o mundo, o sistema representa um custo adicional equivalente a menos de 10% do valor da aeronave. A blindagem pode ser utilizada de acordo com a operação. O cliente pode optar por instalar todas as partes, ou apenas algumas delas, conforme o grau de ameaça esperada na missão.

Desenvolvidos em conjunto com a Inbrafiltro, empresa especializada em blindagem certificada para fornecimento às forças armadas e polícias civis e militares, os componentes das placas são produzidos com materiais de alta performance, que oferecem propriedades balísticas e altíssima aderência, aprovados pelos mais rígidos institutos europeus e norte-americanos, como o laboratório H.P.White, dos Estados Unidos, e o de Mellrichstadt, da Alemanha.

Segundo o chefe da Divisão de Projetos da Helibras, engenheiro Walter dos Santos Filho, “a instalação das placas blindadas é totalmente modular e removível, e visa adequar a aeronave às operações específicas da área policial ou de defesa”. O engenheiro destaca ainda uma vantagem adicional dos helicópteros da empresa quando submetidos a ambientes hostis: “Nossas aeronaves são produzidas com pás dos rotores de material composto, cujo desempenho balístico é superior ao das pás metálicas. Caso atinjam as pás, os projéteis atravessam o material composto sem provocar trincas, pois a concepção da peça, patenteada pela Eurocopter, impede que a rachadura se propague e a pá se quebre em voo”.

O modelo de aeronave multimissão Esquilo é o mais utilizado pelas forças policiais de todo o mundo. Segundo Mauro Henrique Ayres, gerente de vendas para o mercado parapúblico da Helibras, “atualmente, 330 helicópteros Esquilo, representando mais de 40% do mercado, são empregados pelas polícias de países como os EUA, França e Inglaterra, 160 dos quais nos EUA. A polícia de Los Angeles, na Califórnia, trocou recentemente seus helicópteros Jet Ranger por Esquilos produzidos pela Eurocopter, e a frota da corporação conta hoje com 15 dessas aeronaves”.

No Brasil, cerca de 90 aeronaves Esquilo são operadas por polícias militares e civis e corpos de bombeiros de vários estados, atuando em missões de patrulhamento, resgate de vítimas em acidentes, combate a incêndios, apoio às operações de busca e resgate, e prestando imprescindível apoio às unidades terrestres em ambientes hostis. As polícias militares do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais foram pioneiras na utilização do helicóptero como fator inibidor do crime. Hoje, as polícias do Distrito Federal e dos Estados do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima e Santa Catarina, além da Força Nacional de Segurança Pública e da Polícia Federal operam com aeronaves Esquilo.
Fonte: Defesanet

Acidente frontal mata agente da Polícia Federal na SP-333

Jovem de Ribeirão Preto e que era agente no Mato Grosso do Sul morreu na hora

Acidente frontal entre Fiat Strada e caminhão da Maripavi matou o agente federal Daniel Costa e Silva, 23, na rodovia Rachid Rayes, a SP-333, no início da tarde de ontem. O motorista do caminhão, Marcos Aurélio Gregui, 38, sofreu apenas ferimentos leves e foi levado ao Hospital das Clínicas em estado de choque.

Por volta das 12h45, Daniel guiava seu veículo, placas DXH-1012 de Ribeirão Preto, sentido Marília – Assis, quando no km 349, atravessou a pista e bateu violentamente no caminhão que vinha no sentido contrário. Chovia muito no momento do acidente, pneu do carro estava desgastado e ele estaria em alta velocidade, segundo a polícia.

O impacto foi tão forte que quebrou o eixo dianteiro esquerdo do caminhão e destroços do carro ficaram espalhados por cerca de 100 metros. Motoristas que passam pelo local acionaram o Corpo de Bombeiros.

Viatura do Resgate atendeu Marcos. Apresentando escoriações leves e emocionalmente abalado, ele foi levado ao HC e mais tarde liberado. O corpo de Daniel, que morreu no momento do impacto, ficou preso nas ferragens e só foi liberado mais de duas horas depois pela perícia médica.

A Polícia Rodoviária Estadual interditou meia pista até o local ser totalmente limpo, por volta das 16h. Daniel, natural de Ribeirão Preto, era agente da Polícia Federal do Mato Grosso do Sul e não era casado. Ele será sepultado hoje, na sua terra natal.
Fonte: Diário de Marília

PEC cria a Polícia Judiciária Federal

A Câmara analisa a Proposta de Emenda à Constituição 409/09, do deputado Marcelo Ortiz (PV-SP), que cria a Polícia Judiciária Federal como instituição autônoma. Atualmente, segundo a Constituição, a função de polícia judiciária da União é exercida pela Polícia Federal.

Com a alteração, a Polícia Federal fica incumbida apenas da repressão de crimes relacionados ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho e controle de fronteiras. A nova polícia assume a responsabilidade pela apuração de infrações penais contra a ordem política e social.

Ressalvada a competência da União, a polícia judiciária também terá por finalidade investigar infrações penais, exceto as militares.

Na opinião de Marcelo Ortiz, a polícia incumbida de investigar fatos ligados ao chefe do Executivo, seus auxiliares e parlamentares deve "ter competência natural de atuar autonomamente em relação a todos os órgãos do Estado".

Conselho Federal

Como forma de manter a vigilância sobre o novo órgão policial, a PEC cria o Conselho Federal da Polícia Judiciária. O conselho será constituído por 12 integrantes, nomeados pelo presidente da República, após aprovação por maioria absoluta do Senado.

Os conselheiros, com mandatos de dois anos, admitida uma recondução, serão representantes das seguintes instituições:

- três magistrados federais, indicados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ);
- três membros do Ministério Público Federal, indicados pelo procurador-geral da República;
- três advogados, indicados pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil;
- três membros da Polícia Judiciária Federal, indicados por seu chefe.

Tramitação

Inicialmente, a PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania quanto à admissibilidade. Caso seja aprovada, segue para análise de uma comissão especial especialmente criada para esse fim. Posteriormente, a PEC precisa ser votada pelo Plenário em dois turnos.


Fonte: Agência Câmara